Quando pensamos em frutas, automaticamente associamos o seu consumo com algo saudável já que crescemos ouvindo que comer verduras, legumes e frutas faz bem. Enquanto as frutas são, sim, alimentos saudáveis e ricas em nutrientes, como minerais, fibras e vitaminas, nem todas as frutas estão liberadas na Dieta Low-Carb. 

Afinal, não está liberado comer frutas na Low-Carb?

Enquanto o consumo de frutas é muito saudável e não causa problemas mais sérios de saúde, ainda existe uma certa porcentagem de açúcar presente nas frutas, sendo que algumas apresentam mais açúcar que as outras.

Para quem adotou a dieta low-carb por motivos de saúde, com a intenção de reduzir o açúcar na dieta, é uma boa ideia reduzir a ingestão de frutas por algum tempo, até que seu metabolismo apresente melhoras. Pessoas que sofrem com a resistência à insulina, diabetes tipo 2 e outros problemas de saúde podem se beneficiar com a remoção das frutas da dieta por um certo período.

Além disso, as frutas que consumimos hoje em dia são muito diferentes das frutas que existiam no passado. Atualmente, a maioria das frutas e verduras são o resultados de certas modificações e cruzas entre diferentes espécies, o que levam as frutas a serem mais doces e com menos sementes. Ou seja: as frutas hoje em dia, possuem um teor de açúcar muito mais elevado e uma menor quantidade de fibras.

As frutas ainda são saudáveis – isso continua a ser um fato. O mito está na crença de que você precisa de frutas para ser saudável. Os nutrientes que você encontra nas frutas podem ser encontrados em diversos outros alimentos, como nas verduras e legumes que são permitidos na low-carb, e até mesmo em carnes e ovos.

Cortar as frutas da dieta não vai acarretar em nenhuma deficiência de vitaminas no seu organismo, então se isso é algo que estava pesando na sua mente, pode ficar tranquila! 

Quais são as frutas que podem ser consumidas na Low-Carb?

Como foi mencionado anteriormente, diferentes frutas apresentam diferentes níveis de açúcar; sendo o foco da dieta low-carb a redução do consumo de carboidratos líquidos, se você pode ou não comer frutas vai depender do quão restritiva é a sua dieta low-carb, quantos carboidratos você quer ingerir, e o seu desejo pessoal.

Tudo vai depender dos seus objetivos ao entrar em uma dieta low-carb e nas limitações que você impõe sobre si mesmo.

Entre as frutas recomendadas, ou seja, as frutas que apresentam um menor teor de carboidratos (menos de 10g de carboidratos a cada 100g), estão:

  • framboesa
  • limão
  • amora
  • morango
  • kiwi
  • mamão
  • pêssego
  • goiaba
  • coco
  • abacate
  • pitanga
  • caju
  • maracujá
  • tomate
  • açaí
  • acerola
  • figo
  • melão
  • nectarina
  • melancia
  • Laranja

Vale a pena lembrar que é importante prestar atenção na forma em você consome as frutas; é muito raro parar para medir exatamente 100g de fruta antes de comer, já que a maioria das pessoas come a quantidade disponível da fruta – uma laranja inteira, por exemplo. Não adianta escolher uma fruta com baixo teor de carboidratos se você for comer essa fruta em grandes quantidades.

Como em qualquer dieta, o segredo está na moderação!

Quais frutas devem ser evitadas na Dieta Low-Carb?

Abaixo está uma lista de frutas com maior nível de carboidratos líquidos (mais de 10g de carboidratos a cada 100g):

  • mexerica
  • maçã
  • pinha
  • jabuticaba
  • ameixa
  • abacaxi
  • pera
  • banana
  • uvas 
  • caqui
  • banana da terra
  • jaca
  • manga
  • qualquer fruta seca ou desidratada

Como dito acima, a restrição de frutas na sua dieta low-carb deve ser definida de acordo com as suas preferências e objetivos – tecnicamente falando, não existe nenhuma “proibição” de frutas na low-carb. O que existe é uma separação de frutas com mais carboidratos que a maioria das pessoas que fazem a low-carb preferem evitar. Se elas se encaixam na sua dieta, você pode, sim, comer essas frutas desde que tome cuidado com a quantidade ingerida.

Posso tomar suco de frutas na dieta de baixo carboidrato?

O problema dos sucos de fruta é que nenhum suco é feito usando apenas 100g da fruta. Um suco de laranja, por exemplo, é feito com cerca de 4 a 6 laranjas, o que significa que em um copo de suco você já vai consumir mais carboidratos do que existem em uma única laranja.

Além da quantidade de frutas necessárias para fazer um suco, acabamos eliminando as fibras e o bagaço da fruta ao coar ou bater o suco, o que remove os benefícios da bebida.

Por esse motivo, vale muito mais a pena comer uma fruta inteira do que fazer suco – você mantém todos os benefícios nutricionais sem perder o sabor, além de poder controlar melhor a quantidade de carboidratos que você ingere.

É claro, para toda a regra existe uma exceção. Nesse caso, são os sucos de limão e maracujá; essas duas frutas apresentam uma menor teor de carboidratos e é possível fazer um copo de suco usando apenas um limão e a polpa de apenas um maracujá.

Lembre-se que isso é válido apenas se você não adoçar o suco – adicionar qualquer adoçante vai aumentar o nível de carboidratos no seu suco!

Tags : baixo carboidratofruta baixo carbofruta lowcarbfrutas na dieta low carblow carb
Dr. João Eschiletti

The author Dr. João Eschiletti

Dr. João Carlos Correa Eschiletti (CREMERS 11095 – RQE 11861) é formado pela UFRGS em 1980. É médico nutrólogo pela Associação Brasileira de Nutrologia ABRAN, CFN, MEC. Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, é mestre em Medicina pela Universidade de Porto – Portugal.

Leave a Response