Uma coisa que muita gente se pergunta quando decide adotar uma dieta low-carb é se pode ou não consumir leite e seus derivados. A resposta mais simples é não.

A lactose é um tipo de açúcar, e, por ser um açúcar, não deve ser consumido em uma dieta low-carb, onde um dos objetivos é diminuir a ingestão de açúcar. Isso vale também para o leite, especialmente o leite desnatado ou semidesnatado, já que estes são nada mais que açúcar e água. Embora o leite integral contenha açúcar, este é absorvido mais lentamente, devido a existência de gorduras e proteínas em sua composição, dois componentes de alto valor alimentício.

Mas e o leite sem lactose?

Também não é indicado. O leite sem lactose foi criado para ser consumido por aqueles que sofrem com intolerância à lactose, ou seja, que não possuem a enzima lactase, responsável pela digestão da lactose.

O leite sem lactose, entretanto, não é um leite sem lactose, mas sim um leite no qual a lactose já foi previamente “digerida” em sua produção, que inclui a adição da enzima lactase. Dessa forma, quem sofre com intolerância à lactose pode beber esse leite sem medo, já que seu organismo não vai precisar digerir a lactose – mas leite sem lactose ainda inclui os açúcares do leite, o que significa que não pode ser consumido em dieta low-carb.

Pode leite em pó?

O leite em pó, apesar de parecer diferente, ainda possui as mesmas quantidades de açúcar do leite em sua forma líquida, então também não pode ser consumido em uma dieta low-carb.

Você deve ter visto por aí receitas que incluem leite em pó que dizem ser low-carb, mas cuidado: receita com leite em pó não é low-carb. Isso é importante para manter em mente especialmente para aqueles que seguem uma dieta low-carb devido a problemas de saúde, como a diabetes, e que podem acabar se prejudicando ao consumir leite em pó achando que tem pouco carboidrato e açúcar.

Mas como derivados do leite são permitidos e leite não pode?

A resposta está em como alimentos derivados do leite são produzidos.

Durante a produção destes alimentos, eles passam por um processo de fermentação que elimina a maior parte da lactose. A sua composição final vai então incluir mais gorduras naturais e menos carboidratos.

Entre os derivados de leite que podem ser consumidos em uma dieta low-carb, estão:

● Queijos
● Nata
● Creme de leite
● Manteiga
● Cream cheese
● Iogurtes naturais, skyr ou kefir
● Coalhada

E leite vegetal? Pode?

Popular entre vegetarianos e veganos, leites vegetais são aqueles que não têm origem animal e são, portanto, diferentes em sua composição.

Leite de arroz, de côco, ou de amêndoas não possuem lactose ou outras proteínas do leite de origem animal, o que os tornam bons substitutos para quem sofre com intolerância à lactose. Porém, eles ainda possuem uma certa quantidade de carboidratos e açúcar.

Leite vegetal pode ser consumido em uma dieta low-carb, mas lembre-se: é importante ler com cuidado a embalagem do produto que você compra no supermercado, já que muitos deles levam açúcar e outras substâncias em sua composição, além de variar entre um produto e outro (o leite de arroz, por exemplo, é rico em açúcar, enquanto o leite de côco tem pouquíssimo carboidrato).

Não consumir esses leites em excesso é importante – só porque eles podem ser consumidos, não quer dizer que você pode exagerar ou torná-los a base da sua dieta.

Assim, use bem seu bom senso e tome cuidado com o que você compra e consome em sua rotina alimentar!!

Tags : dieta baixo carboidratodieta low carbleiteleite de arrozleite vegetal
Dr. João Eschiletti

The author Dr. João Eschiletti

Dr. João Carlos Correa Eschiletti (CREMERS 11095 – RQE 11861) é formado pela UFRGS em 1980. É médico nutrólogo pela Associação Brasileira de Nutrologia ABRAN, CFN, MEC. Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, é mestre em Medicina pela Universidade de Porto – Portugal.

Leave a Response